Jesus Cristo

Ele é a cabeça do corpo da igreja, é o princípio e o primogênito de entre os mortos, para que em tudo tenha a peeminência.
Porque foi do agrado do pai que toda a plenitude nele habitasse,

Colossenses cap. 1 vers. 18-19.

domingo, 4 de setembro de 2016

A paz do Senhor a todos, que Deus continue abençoando a todos com muito amor e compaixão....

sábado, 4 de abril de 2015

Deus é Fiel. O Senhor tem abençoado os fiéis e mostrado o caminho da conversão a muitos, na verdade a todos que se interessam, nós estamos felizes por aprender algo tão valioso e precioso, o valor de uma alma, o valor do amor, o valor da real conversão, Deus nos ama, nos ama tanto que nos deu seu filho, o seu único filho, para morrer por nossos pecados. Jesus é o caminho, siga as suas palavras e viverás. Nós estamos tentando e estamos descobrindo coisas maravilhosas. Deus nos abençoe. Amém.

domingo, 29 de março de 2015

Como vencer magoa. Rev. Hernandes Dias Lopes. A paz do Senhor Jesus. Amém. Particularmente eu admiro muito esse grande homem de Deus, e gostei muito desse texto que ele escreveu, é muito bom e pode ajudar muitas pessoas. Como vencer a magoa/// A mágoa é um sentimento avassalador. Muitas pessoas são destruídas pela mágoa e vivem soterradas debaixo dos escombros de seus ressentimentos. Há indivíduos que perdem a alegria de viver por nutrirem amargura no coração. Elimeleque, Noemi, Malom e Quiliom enfrentaram duras circunstâncias em Belém, a casa do pão (Rt 1.1-22). Faltou pão na casa do pão. Aquela família para fugir da crise econômica, mudou-se para Moabe. Ao buscar sobrevivência e segurança em Moabe encontraram a carranca da morte. Em Moabe Noemi perdeu o marido e seus dois filhos (Rt 1.3-5). Agora, estava velha, viúva, pobre e sozinha em terra estrangeira. As circunstâncias pareciam conspirar contra ela. Seu coração encheu-se de mágoa. Logo que Deus mudou a sorte de Belém, Noemi resolveu voltar para sua terra. Nessa volta, ela expressou sua mágoa; mas, também, nessa volta Deus a restaurou e lhe abriu a porta da esperança. Como vencer a mágoa? 1. Olhe para o alto e saiba que Deus está no controle da situação - Noemi lançou a culpa de suas perdas sobre Deus. Ela disse que Deus havia descarregado sobre ela a sua mão (Rt 1.13). Ela afirmou que o Todo-poderoso havia lhe dado grande amargura (Rt 1.20). Ela disse que havia partido ditosa de Belém, mas o Senhor a havia feito voltar a Belém pobre (Rt 1.21a). Ela acusou Deus de ter se manifestado contra ela e tê-la afligido (Rt 1.21b). Noemi olhou para Deus como o causador de sua dor. Ela entendeu que Deus era o protagonista e responsável por todo o seu sofrimento. Na sua leitura, Deus estava contra ela e não ao seu favor. A sua mágoa mais profunda não era por causa de suas perdas, mas porque Deus estava pesando a mão sobre ela. Noemi olhou para vida pelo lado avesso. Ela não discerniu o propósito soberano de Deus que se desenrolava na sua vida e através da sua vida. Deus estava escrevendo um dos capítulos mais emocionantes da história da humanidade através daquela pobre viúva, a fim de que ela fosse avó do grande rei Davi, tronco de onde nasceria o Messias, o Salvador do mundo. 2. Olhe ao seu redor e saiba que há pessoas que amam você verdadeiramente - Quando Noemi já velha, viúva, pobre e sozinha voltava para Belém, sua nora Rute, viúva de Malom, demonstra a ela, de forma eloqüente, um acendrado amor. As palavras de Rute a Noemi são relembradas com grande emoção ainda hoje nas cerimônias de casamento: "Aonde quer que tu fores, irei eu e, onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus. Onde quer que morreres, morrerei eu e aí serei sepultada; faça-me o Senhor o que bem lhe aprouver, se outra coisa que não seja a morte me separar de ti" (Rt 1.16,17). Quando estamos amargurados deixamos de perceber a beleza e a profundidade do amor que as pessoas nos dedicam. A vida nunca é um deserto quando somos consolados pelo bálsamo do amor. A amargura e o amor não podem co-existir. O amor transforma o vazio da solidão na plenitude da alegria. 3. Olhe para frente e saiba que Deus pode transformar suas tragédias em triunfo - Noemi pensou que o seu destino era sofrer. Ao chegar de volta em Belém resolveu trocar de nome (Rt 1.20).. Noemi significa "ditosa, feliz". Ela pediu para ser chamada de Mara, "amargura". Ela queria levantar um monumento definitivo para celebrar a sua dor. Ela estava olhando pela lente do retrovisor, só relembrando suas perdas e suas desventuras. Mas, Deus transformou suas tragédias em triunfo. Rute casou-se com Boaz, um parente rico e remidor (Rt 4.9,10). Desse casamento nasceu Obede, pai de Jessé, pai de Davi (Rt 4.17). Rute fez parte da árvore genealógica de Jesus, o Messias (Mt 1.5). Deus enxugou as lágrimas de Noemi, restaurou sua sorte e colocou em seus lábios um cântico de vitória. As mulheres de Belém disseram a Noemi: "Seja o Senhor bendito, que não deixou, hoje, de te dar um neto que será teu resgatador, e seja afamado em Israel o nome deste. Este será restaurador da tua vida e consolador da tua velhice, pois tua nora, que te ama, o deu à luz, e ela te é melhor do que sete filhos" (Rt 4.14,15). Rev. Hernandes Dias Lopes. Igreja Presbiteriana do Brasil.
Olá, a paz do Senhor, muito feliz por poder estar de volta e discutindo com os irmãos a palavra de Deus, muito feliz um abraço.

sexta-feira, 7 de março de 2014

Louvar.

Porém tu és santo, tu que habitas entre os louvores de Israel. Salmos 22:3 Deus o nosso Deus, habita entre louvores, nesta manhã maravilhosa ao qual Deus te deu vida, alegria de acordar, esteja disposto a louvar a Deus, cante um hino ao Senhor, diga através da musica o quanto ele é importante para você, o quanto você está feliz por Deus estar na sua vida. Amém.

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Tudo se fez novo.

Glória à Deus, estou muito feliz neste dia chamado hoje, está sendo uma benção!

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Todos somos um se estivermos juntos.

De volta, o Creia na Palavra vai voltar!

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Primeiro batísmo da igreja.

Quero agradecer a Deus, por este momento inesquecível em nossas vidas, agradeço a todos que fizeram parte deste momento direta e indiretamente, Deus ama muito essas vidas e tem grandes projetos para elas, a vocês que se batizaram deixo aqui uma ressalva, busquem a Jesus se espelhem em Jesus e tenham certeza Jesus ama vocês............... video

domingo, 6 de novembro de 2011

Igreja........

É assim que começa uma grande obra, Deus abençoe este povo, e você também.

domingo, 30 de outubro de 2011

Maravilha de Deus.

Tivemos um culto realmente abençoado neste domingo, foi muitas bençãos e libertações na vida do povo de Deus, o Senhor por sua linda misericórdia, fez algo realmente novo todos foram para suas casas com a certeza que Deus é bom, sorridentes e cheios de esperança todos glorificaram a Deus que fez questão de mostrar a sua graça e plenitude, eu particularmente não sei o que dizer mas faço minhas as palavras do pregador: "serdes santos porque eu sou SANTO". Aleluia, Glória a Deus!

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Renascendo.

Bom dia, A Paz do Senhor Jesus, creio esse ser um bom momento de minha vida para retomar as atividades deste blog, foram tempos difíceis e trabalhosos, mas agora creio estar em um tempo novo com o Senhor e, quero compartilhar com todos a minha alegria.

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Celebração de Louvor.

21 de Novembro o Vale do Anhangabaú Tremeu... A Bíblia diz em Mateus 18.20 “Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.”, Agora tente imaginar aonde há reunido mais de 500 mil crentes clamando, louvando e adorando ao Senhor Jesus... Com palavras não poderia descrever tamanha glória do Senhor que desceu sobre aquele lugar. Foram mais de 10 horas de louvor ao Senhor Jesus. Até que o sol queria aparecer, mais no final da tarde a chuva foi implacável, mais para glória de Deus nenhum irmão arredou o pé 1 cm se quer. O único jeito que tenho para tentar expressar essa perseverança e esse amor por Deus é que o Espírito Santo estava enchendo a cada um naqueles momentos de adoração e louvor. Irmãos esse não foi apenas um evento para dizer que uma denominação estava a frente de um grande acontecimento, mais podemos ver muito mais que isso, vemos uma vitória para Cristo e uma grande derrota no reino das trevas. O que aconteceu foi a união da igreja do Senhor que irá se encontrar no céu. Ali havia irmãos de várias denominações diferentes, mais por algumas horas todos fomos uma grande família feliz e unida adorando o nosso Deus poderoso. Sei que poderia ter mais que o triplo de irmãos lá, mais para todo grande evento tem-se que primeiro dar o passo inicial, e eu sei que esse foi o primeiro de muitos que acontecerão, e sei que no ano que vem vamos ter mais que o dobro de irmãos reunidos lá. Para quem não pode ir, não precisa se entristecer, pois ano que vem tem mais. Mas para aqueles que assim como eu puderam estar lá viram como o povo de Deus é unido nas horas de adorar ao Senhor. Oro a Deus por cada um que assim como eu, adora, louva e glorifica a Deus não por o que Ele pode nos dar, mais por aquilo que Ele já fez por nós. Que a Paz do nosso Senhor Jesus possa estar com todos os amados Amém. Rafael Bento Carvalho.

domingo, 22 de novembro de 2009

Te Agradeço Senhor.

sábado, 14 de novembro de 2009

Nova mudança!

Mais uma mudança no creia na palavra, buscando boa navegação, rápidez e agilidade.

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Pesquisa.

Fonte: Bíblia da Mulher – Editora Mundo Cristão – Sociedade Bíblica do Brasil.
Primeira Epístola de Paulo aos Tessalonicenses.
Autor- Há evidências internas e externas que sustentam que Paulo seja o autor desta epístola. Uma dessas evidências refere-se ao fato de o próprio apostolo reivindicar a autoria na própria epístola (1Ts 1.1; 2.18). A outra se apóia na opinião de especialistas no assunto, tanto antigos como atuais, que garantem a autoria de Paulo. Além disso, a epístola é tipicamente paulina de forma e coerente com os ensinos e características de Paulo.
Data- Logo após chegar a Tessalônica, Paulo foi forçado a si mudar para Beréia, depois para Atenas e, finalmente, para Corinto (At 17.1-10). Foi de Corinto, na sua segunda viagem missionária (50 d.C. a 52 d.C.), que Paulo escreveu aos crentes tessalonicenses. 1 Tessalonicenses pode ter sido a primeira epístola de Paulo.
Pano de fundoContexto- Tessalônica era a capital da Macedônia e sua principal cidade. Estava localizada na principal rodovia romana (Via Egnatia), que ia para o Leste. Paulo percebeu as ramificações globais ao atingir esse influente povo. A cidade era povoada basicamente por gregos, mas havia uma proeminente comunidade judaica.
Propósito- Paulo escreveu essa epístola depois de ter recebido um relatório de Timóteo, que havia acabado de retornar de uma visita a estes novos crentes (1Ts 3.6). Paulo determinou: 1- Expressar seu agradecimento e satisfação pelo crescimento e testemunho dos novos crentes; 2- Responder as acusações que estavam sendo levadas contra ele por alguns judeus oponentes; 3- Encorajar os crentes a continuarem o difícil trabalho deles, na perseverança e crescimento até a volta de Jesus; 4- Corrigir alguns mal-entendidos a respeito futura escatologia e a respeito dos sinais (dos tempos).
Destinatários- Primeiramente, essa epístola foi direcionada aos novos crentes de Tessalônica. Esse grupo de convertidos era composto por pagãos idólatras(1Ts 1.10), gregos “piedosos”(1Ts 1.8), além de judeus. Algumas das distintas mulheres de Tessalônica também se converteram (At 17.1-4). A orientação de Paulo era de que a epístola deveria ser lida para “todas” as pessoas (1Ts 5.27), o que inclui os crentes de todos os séculos.
Características literárias- Esta epístola é paulina na sua estrutura e nas suas características. O vocabulário é muito semelhante àquele que Paulo usa em outros escritos. Silvano (Silas) e Timóteo estavam com ele (1Ts 1.1); Paulo também não se intitula “apóstolo”. Sua autoridade espiritual e liderança nunca foram questionadas Tessalônica.
Tema- O tema de 1 Tessalonicenses é escatológico. De maneira interessante, cada capítulo termina com uma referência à volta de Cristo (1Ts 1.10; 2.19; 3.13; 4.13-18; 5.24). São discutidos a volta de Cristo e os eventos que conduzem à volta dele. Paulo dá aos Tessalonicenses uma esperança futura. Ele desejava que essa esperança encorajasse os tessalonicenses a suportarem os sofrimentos, a tornarem-se, dia a dia, mais parecidos com Cristo, a andarem mais perto de Deus e a anunciarem seu evangelho imediatamente. O encorajamento e as exortações de Paulo têm como objetivo aumentar o crescimento espiritual dos crentes.
Segunda Epístola de Paulo aos Tessalonicenses.
Autor
- Há evidências que sustentam a autoria paulina desta epístola. No entanto, há também controvérsias sobre esse assunto, mais do que em relação à primeira epístola de Paulo aos crentes de Tessalônica. Porem as evidências externas e internas que amparam a autoria paulina são bem consistentes. O próprio Paulo requereu a autoria (2Ts 1.1; 3.17). Além disso, o testemunho da Igreja Primitiva sustenta, firmemente, a autoria paulina. A leitura cuidadosa das duas epístolas revela semelhança de estilo, linguagem e teologia.
Data- Esta epístola foi escrita, provavelmente, alguns meses depois da Primeira Epístola de Paulo aos Tessalonicenses (51 a 52 d.C.). Paulo estava ansioso para continuar sua comunicação com os crentes de Tessalônica. Ele ainda estava em Corinto quando a escreveu. Apesar de algumas dúvidas sobre qual epístola foi escrita primeiro, pode-se afirmar com certeza que 1 Tessalonicenses precedeu esta epístola (2Ts 2.15).
Pano de fundo - Contexto- Tessalônica, capital da Macedônia, era o principal centro comercial que ligava a Macedônia ao Império Romano no Leste. A localização geográfica de Tessalônica era significativa para a evangelização do Leste.
Propósito- Paulo escreveu esta epístola para esclarecer seus ensinamentos sobre a volta de Cristo. Ao que tudo indica, Paulo recebeu notícias de que seus ensinamentos não foram bem compreendidos por alguns crentes. Ele também continuou a encorajar os tessalonicenses na fé.
Destinatários- Paulo escreveu novamente aos crentes de Tessalônica. Isso incluía gregos “tementes a Deus”, mulheres distintas e judeus que confiavam em Jesus.
Temas- Nesta epístola é exaltada a fidelidade de Deus. Paulo tentou encorajar novamente os tessalonicenses diante das perseguições e tribulações (2Ts 1). Paulo também explicou alguns aspectos pertinentes ao retorno do Senhor, o quais, aparentemente, causaram confusão nos tessalonicenses. Ele igualmente os advertiu sobre os perigos da ociosidade e encorajou-os a uma vida de auto-controle (2Ts 3.6-15). ≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈≈